• Juan Page

Pensamentos soltos

O medo penetra aos poucos a cicatriz.

A ferida invoca o medo

Adormecido na distância.

O olhar assustado

Repete-se ante a expectativa da dor.

O sofrimento passado engana a mente.

A lágrima outrora derramada

Embota o presente com o véu

Enegrecido do vivido tormento.

Mas a coragem surge como faca

E penetra aos poucos

O coração embrutecido,

Que se abre calejado

E fortalecido.

Sabendo da possibilidade do martírio,

Não se escondendo mais do delírio

De procurar nova paixão.

0 visualização

© 2023 por Amante de Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • Branco Ícone Google+